Homem preso acusado de estuprar duas filhas já foi condenado pela morte de bebê

Homem de 44 anos estava em liberdade condicional por condenação de homicídio de outra filha, de 6 meses; ele era investigado desde novembro do ano passado pela DDM de Bauru.

Viatura da Polícia Militar — Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Assessoria

oto: Polícia Militar de Mato Grosso/Assessoria

O homem de 44 anos acusado de estuprar duas filhas, de 12 e 5 anos, em Bauru (SP), e que foi preso nesta quinta-feira (2) na cidade de Jaicós (PI), já tinha uma condenação por homicídio e estava em liberdade condicional.

Segundo a delegada Márcia Regina dos Santos, titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Bauru, o acusado cumpria liberdade condicional por uma condenação a mais de 21 anos de prisão por homicídio, acusado de ter matado uma filha de seis meses.

Ainda segundo a delegada, o homem era investigado pela Polícia Civil de Bauru desde novembro do ano passado pelos crimes de estupro de vulnerável.

Segundo a polícia, o inquérito foi aberto no ano passado após as vítimas e a mãe relatarem os abusos a psicólogos durante o procedimento de escuta especializada feito pelo Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), de Bauru. Esse procedimento é realizado para obter depoimento de vítima menor de idade.

Diante das evidências, a DDM pediu a prisão preventiva do acusado que, desde então, era considerado foragido.

Após receber denúncia de que ele estava vivendo na cidade piauiense, a DDM de Bauru pediu à Justiça a expedição do mandado de prisão, que foi cumprido em ação conjunta das polícias Civil e Militar do Piauí.

O acusado foi levado para o presídio de Picos (PI) e, segundo a delegada da DDM, estão sendo feitos contatos para a transferência do homem para o estado de São Paulo.

*G1