Grupo fura quarentena e fica 24h sem comida e água em área de mata em SP

Grupo ficou perdido após acampar sem autorização no Parque Estadual Restinga de Bertioga, interior de SP, e precisou ser resgatado.

Bombeiros realizam operação para resgatar jovens perdidos em trilha em Bertioga, SP — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Bombeiros realizam operação para resgatar jovens perdidos em trilha em Bertioga, SP (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Equipes do Corpo de Bombeiros realizaram uma grande operação para resgatar um grupo de amigos que se perdeu, em uma área de mata, após furar a quarentena invadir e acampar no Parque Estadual Restinga de Bertioga, no litoral de São Paulo. Segundo a corporação, o grupo foi encontrado exausto, sem comida e água potável.

Conforme apurado pelo G1 nesta segunda-feira (15), a ação aconteceu na tarde do último domingo (14), em um trecho do parque localizado próximo à Rodovia Mogi-Bertioga. De acordo com os bombeiros, o grupo acionou o resgate, pelo do telefone de emergência 193, após se perder no trecho de mata e não conseguir encontrar a saída do parque.

Os bombeiros apontam que, durante o pedido de socorro, os jovens foram questionados sobre o estado físico em que estavam e se tinham mantimentos. Nesse momento, eles revelaram que não tinham comida ou água potável, além de sentirem frio, após a queda brusca da temperatura na região.

Jovens acionaram o Corpo de Bombeiros após se perderam em trilha do Parque Estadual Restinga de Bertioga — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros
Jovens acionaram o Corpo de Bombeiros após se perderam em trilha do Parque Estadual Restinga de Bertioga — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Após orientar o grupo para manter a calma e procurarem um local seguro para aguardar o resgate, equipes do Corpo de Bombeiros foram enviadas até o local, onde passaram a realizar buscas pelos jovens. O grupo foi encontrado cerca de seis quilômetros no interior da mata, por volta das 17h, e foi resgatado pela corporação.

No parque, duas mulheres, uma de 25 anos e outra de 21, e um homem que até o momento não foi identificado, aguardavam pela chegada dos bombeiros. A corporação aponta, também, que o grupo se perdeu após voltar de um acampamento, realizado entre sábado (13) e domingo, conforme relataram familiares dos jovens.

Os turistas, naturais de São Paulo, não possuíam autorização para poder acessar o parque e poderão responder a processo administrativo, segundo o Corpo de Bombeiros. De acordo com a Fundação Florestal, a entrada no parque sem autorização é proibida e visitantes irregulares são sujeitos a penalidades. O caso também foi monitorado pela Polícia Ambiental.

Bombeiros retiraram jovens perdidos em área de mata por volta das 18h deste domingo (14) — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros
Bombeiros retiraram jovens perdidos em área de mata por volta das 18h deste domingo (14) — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Recomendação

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Major Marcos Palumbo, o acesso à trilhas ambientais deve ser realizado com planejamento prévio. “Há necessidade de toda a programação de entrada e saída, avisar alguém para que, caso não retorne no tempo esperado, essa pessoa possa chamar os bombeiros”.

“Nesse trecho da Mogi-Bertioga, é comum o pessoal entrar para ir à cachoeira. Nessa época, a cachoeira é até seca mas o pessoal não conhece. Na serra, não tem sinal de celular, chove bastante, é escorregadio, as pessoas acabam perdendo o equilibro, escorregando e caindo para outros locais”, afirma o Major.

Ainda segundo Palumbo, o trajeto deve ser realizado com preparo e cuidado. “A trilha não é um passeio, ela depende de uma série de fatores de planejamento, de equipamentos e de todo o preparo das pessoas”, finaliza.