Grupo mata idoso a socos após acusá-lo de estuprar criança

Profissionais de saúde que prestaram o socorro ao homem afirmaram à Polícia que moradores o teriam espancado após ele ser flagrado tentando abusar sexualmente de uma criança.

Homem espancado foi levado até o Hospital Municipal de São Vicente. — Foto: José Claudio Pimentel / G1

Homem espancado foi levado até o Hospital Municipal de São Vicente. — Foto: José Claudio Pimentel / G1

Um idoso de 62 anos morreu após ser espancado e deixado em uma rua de São Vicente, no litoral de São Paulo. Ele foi apontado pelos moradores da região de supostamente ter tentado abusar sexualmente de uma criança. A informação é do portal G1.

Segundo registrado no boletim de ocorrência, um morador da região chegava em casa na noite de quinta-feira (27) na rua Antonio Vitor Lopes, no bairro Samaritá, quando encontrou o idoso caído no chão com diversos ferimentos. Ele acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que fez o resgate.

Os profissionais de saúde que atenderam a ocorrência relataram às autoridades policiais que o idoso estava com sinais aparentes de agressão física. Testemunhas afirmaram aos enfermeiros que ele teria sido espancado após ter sido pego tentando abusar sexualmente de uma criança.

O idoso foi encaminhado ao Hospital Municipal de São Vicente. Ele não resistiu aos ferimentos e, por volta de 21h30, morreu. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML). O caso foi registrado no 1º DP de São Vicente como lesão corporal seguida de morte.