Fiscal salva criança atacada por cão dentro do mar em SP: ‘Não pensei duas vezes’

Criança foi atacada enquanto se banhava no mar. Apesar do susto, ela passa bem.

Fiscal não hesitou ao ver o cachorro atacando a criança — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá

Fiscal não hesitou ao ver o cachorro atacando a criança — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá

Um fiscal salvou uma criança que foi atacada por um cachorro dentro do mar, na praia de Pernambuco, em Guarujá, no litoral de São Paulo. O ato heroico foi registrado por colegas de trabalho e as fotos do salvamento viralizaram nas redes sociais neste domingo (22). As informações são do G1.

Segundo apurado pelo portal, por volta das 9h, uma equipe da Vigilância Sanitária de Guarujá realizava uma fiscalização no calçadão da avenida da praia, dentro da ‘Operação Verão’, quando um dos agentes viu um cachorro pulando em cima de um senhor. O homem carregava uma criança no colo. Os fiscais tentaram afastar o cachorro dos dois e, nessa hora, o animal saiu correndo para o mar.

Uma mulher, uma adolescente e uma criança estavam na água e foram surpreendidas pela chegada do animal. O fiscal da Vigilância Sanitária José Ricardo Santos viu o momento em que o cachorro avançou nas costas da criança, que estava dentro do mar, e começou a morder a pequena.

Em entrevista ao portal, ele disse que, ao ver a cena, não ‘pensou duas vezes’ antes de agir. “Eu estava bem na frente. Larguei o chinelo e entrei na água de roupa e tudo”, disse. O fiscal contou que jogou uma garrafa d’água no animal para conseguir despistá-lo. Assim, o cachorro saiu correndo da água e a menina foi resgatada por familiares.

Ato heroico foi flagrado pela equipe que estava junto de José — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá
Ato heroico foi flagrado pela equipe que estava junto de José — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá

De acordo com testemunhas, ela foi retirada da água e teve ferimentos superficiais na orelha e nas costas. Ela foi atendida por médicos do hotel onde está hospedada e que fica próximo a praia. O fiscal informou à reportagem que a menina passa bem.

Após o ataque, o Serviço de Zoonoses de Guarujá foi acionado para tentar capturar o cachorro, no entanto, o animal fugiu e não foi encontrado.

Outros funcionários da Vigilância Sanitária de Guarujá, que estavam com o fiscal na hora do resgate, registraram o momento. As fotos foram divulgadas nas redes sociais e o ato do fiscal foi considerado heróico por várias pessoas. Ele, porém, alerta que o caso poderia ter sido evitado já que há uma proibição de cachorros nas praias de Guarujá.

“Pedimos para que não levem animais para a praia, principalmente, os turistas. Eles tem levado cachorro para esses locais, não só para passear, mas para ficar o dia todo, pensando que estão fazendo o bem para o cachorro mas não faz. A gente pede a colaboração de todos”, finaliza.

Criança foi retirada da água com escoriações no orelha e nas costas — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá
Criança foi retirada da água com escoriações no orelha e nas costas — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá

Operação Verão

A ação começou no último dia 14 e visa garantir a ordem e o cumprimento das leis municipais na orla, que preveem a proibição de circulação de animais na praia, tendas, churrasco, tráfego de bicicletas, equipamentos sonoros e prática de esportes não permitidos em determinados locais e horários.

A operação é realizada por agentes de fiscalização de Comércio e Posturas, junto com fiscais da Vigilância Sanitária e de Meio Ambiente, que contarão com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Força Tarefa, ligados à Secretaria de Defesa e Convivência Social.

A fiscalização ostensiva segue durante a temporada de verão, até a terça-feira de Carnaval, monitorando toda a orla de Guarujá – do Guaiúba ao Pernambuco, para garantir, além do ordenamento das praias, a segurança dos frequentadores, a qualidade ambiente.