Avião desaparecido cai em região de mata na Serra da Cantareira

Aeronave saiu de Jundiaí, no interior do estado, e iria para o aeroporto Campo de Marte, na zona norte Piloto perdeu contato durante trajeto.

Destroços da aeronave que caiu na Serra da Cantareira nesta segunda — Foto: Reprodução TV Globo

Destroços da aeronave que caiu na Serra da Cantareira nesta segunda — Foto: Reprodução TV Globo

Um avião que estava desaparecido caiu na região da Serra da Cantareira, na região metropolitana de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (2). A aeronave saiu de Jundiaí, no interior do estado, às 5h50, e iria para o aeroporto Campo de Marte, na zona norte da capital. As informações são do R7.

De acordo com a Record TV, os bombeiros estão a caminho do local. A princípio, somente o piloto estava a bordo. A aeronave é um bimotor, modelo King Air, de prefixo PP-BSS. O helicóptero Águia 8 foi para o local do acidente para tentar resgatar o piloto.

A Aeronáutica acionou o Corpo de Bombeiros, que ainda está a caminho do local, com 24 homens. Após a queda, a aeronave pegou fogo. Segundo a PM, o acidente ocorreu nas proximidades da Estrada de Santa Inês com a Estrada da Roseira.

O avião caiu em uma região de mata fechada, local considerado de difícil acesso. Policiais militares desceram da aeronave por meio de uma corda, com técnica de rapel, para fazer o resgate de possíveis vítimas.

Na manhã desta segunda-feira, os helicópteros que sobrevoavam a região enfrentaram tempo ruim em função da nebulosidade e restrição de visibilidade. Ainda não há informações sobre o motivo da queda da aeronave.

De acordo com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a situação da aeronave era legal, porém não tinha autorização para realizar taxi aéreo. A FAB (Força Aérea Brasileira) informou que está apurando os fatos.