Lula pediu para Odebrecht fazer projetos em Cuba, diz empresário

Marcelo Odebrecht afirmou que, normalmente, a empreiteira que tinha que conquistar os projetos e mostrar a importância política.

Marcelo deixou a prisão em dezembro de 2017 Rodolfo Buhrer/Reuters

Marcelo deixou a prisão em dezembro de 2017 Rodolfo Buhrer/Reuters

O empresário Marcelo Odebrecht afirmou em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu que a Odebrecht fizesse projetos em Cuba.  As informações são do R7.

“Em todos os países, nós íamos por iniciativa própria, conquistávamos o projeto e buscávamos uma exportação de bens e serviços. Em Cuba houve um interesse do Brasil de ajudar a desenvolver alguns projetos. E aí Lula pediu para que a Odebrecht fizesse um projeto em Cuba”, afirmou Odebrecht.

O empresário afirmou que, normalmente, a empresa que sugeria os projetos e mostrava a importância política para que o financiamento fosse aprovado pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Segundo o empresário, Lula visitou Cuba e, ao passar por uma estrada em condições ruins, disse que poderia ajudar o país. Quando a empreiteira foi ao país ver a situação da estrada, um tufão havia passado na região e destruído Cuba.

“O governo cubano desprezou a estrada, queria casas. Mas a gente avaliou as oportunidades e identificou que o melhor para o Brasil, economicamente e do ponto de vista de exportação de bens e serviços, era fazer um porto em Cuba”, afirmou.

Odebrecht deixou a prisão em dezembro de 2017, após firmar um acordo de delação premiada, para cumprir pena em regime fechado domiciliar com tornozeleira eletrônica. Depois, foi autorizado a cumprir o semiaberto.