Tempestade tropical passa por Cuba e vai ao Estreito da Flórida

Mais de 100 mil cubanos foram retirados de suas casas.

© REUTERS/Alexandre Meneghini/Direitos reservados

© REUTERS/Alexandre Meneghini/Direitos reservados

A tempestade tropical Elsa estava sobre o Estreito da Flórida na manhã desta terça-feira (6), e deve seguir rumo ao litoral oeste do estado norte-americano depois de despejar chuvas fortes em Cuba.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC) informou, em seu último boletim, que o centro do Elsa estava se movendo na direção norte-noroeste, a quase 19 quilômetros por hora (km/h).

Dados de satélite indicavam ventos contínuos máximos de quase 95 km/h) e rajadas mais fortes.

“Algum fortalecimento adicional está previsto até esta noite antes de o Elsa seguir Flórida adentro”, acrescentou o NHC, sediado em Miami.

O Elsa já matou ao menos três pessoas e causou danos na infraestrutura e na agricultura de ilhas caribenhas ao sudeste de Cuba, como Santa Lúcia e a República Dominicana.

Mais de 100 mil pessoas de Cuba foram retiradas de áreas sujeitas a inundações ou moradias inseguras no trajeto potencial da tempestade, a maioria indo para casas de familiares e amigos, mas milhares para abrigos do governo, informou a mídia estatal.

O NHC afirmou que as condições de tempestade tropical permanecerão sobre partes de Cuba durante as próximas horas e que inundações são possíveis.

“Condições de tempestade tropical estão começando na área de alerta de Florida Keys e são esperadas ao longo do litoral oeste da Flórida ainda nesta manhã (de terça-feira)”, acrescentou.

*Agência Brasil