Grupo suspeito de assassinatos e tráfico de drogas é alvo de operação em três estados

Ao todo são 19 mandados de prisão, 6 alvos estão soltos e 13 atuam de dentro dos presídios.

Policiais entrando na Unidade Penal de Palmas — Foto: MP Gaeco/Divulgação

Policiais entrando na Unidade Penal de Palmas — Foto: MP Gaeco/Divulgação

O Ministério Público do Tocantins (Gaeco) e as Polícias Civil e Militar realizam na manhã desta terça-feira (21) uma operação em três estados (Tocantins, Maranhão e São Paulo) para prender um grupo suspeito de tráfico, roubos e assassinatos com atuação dentro e fora de presídios. Ao todo são 19 mandados de prisão, 6 alvos estão soltos e 13 atuam de dentro dos presídios. As informações são do portal g1.

Policiais estão neste momento revistando as unidades penais de Palmas, Miracema, Paraíso e Cariri. As investigações apontam que os suspeitos foram flagrados em interceptações telefônicas afirmando que tinham mais de 65 armas artesanais dentro das celas. Durante as investigações a polícia apreendeu quase 300 quilos de drogas.

Além do tráfico e dos assassinatos o grupo também é suspeito de cometer assaltos à mão armada e roubar veículos para arrecadar fundos para a facção. Os veículos furtados eram usados em rifas. A Justiça do Tocantins bloqueou 3 milhões de reais em contas ligadas a essa facção criminosa.

Policiais fazem revista em presídios — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Policiais fazem revista em presídios — Foto: Reprodução/TV Anhanguera