Feminicídio: câmera grava vítima sendo espancada, apedrejada e arrastada

Janária Beatriz Pereira da Conceição foi morta após o namorado, Lucas Santos, desconfiar de uma suposta traição. Ele confessou o feminicídio.

O acusado agrediu a vítima por mais de oito minutos (Foto: Reprodução)

Uma mulher de 29 anos foi assassinada no meio da rua em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, na madrugada desta sexta-feira (26).

O namorado, Lucas Santos de Sousa, 27 anos, foi preso em flagrante e, segundo a polícia, cometeu o crime por ciúmes.

Câmeras de segurança registraram quando a vítima é agredida de diversas formas até ser abandonada morta.

Janária Beatriz Pereira da Conceição foi assassinada no meio da rua — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Janária Beatriz Pereira da Conceição foi assassinada no meio da rua — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Segundo a Polícia Civil, quem aparece no nas imagens ao lado da vítima, Janária Beatriz Pereira da Conceição, é o namorado dela.

O casal aparece discutindo na rua. O homem bate na companheira, que cai no chão. Em seguida, ele a levanta puxando os cabelos e continua a dar tapas e socos. Janária cai novamente e o agressor a chuta.

A câmera registra ainda quando o homem tira a calça da vítima pisoteia o corpo e bate a cabeça dela várias vezes no chão. Por fim, ele ainda joga pedras contra ela. Toda violência durou dez minutos.

Uma outra câmera de segurança registrou quando o Lucas puxa a vítima pelo cabelo por cerca de 200 metros e abandona o corpo na rua.

Lucas Santos de Sousa era foragido pelo crime de homicídio (Foto: Divulgação)
Lucas Santos de Sousa era foragido pelo crime de homicídio (Foto: Divulgação)

O delegado Cléber Martins informou que o casal estava junto há apenas três meses e o crime aconteceu quando eles voltavam de uma festa. “Durante essa festa, o autor teria descoberto uma suposta traição, o que o motivou a ceifar a vida de Janária Beatriz”, disse.

A polícia informou que o suspeito era foragido da Justiça. Ele respondia por um outro homicídio no Distrito Federal e não voltou ao presídio após sair no indulto de Natal.

Vídeo mostra mulher sendo agredida e morta na rua, em Águas Lindas de Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Vídeo mostra mulher sendo agredida e morta na rua, em Águas Lindas de Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

*Com informações do G1