Mulher é achada morta com pano dentro da boca; marido é o suspeito

Marido fugiu sem levar nada e é o principal suspeito do crime, segundo a PM.

Viatura do Instituto Médico Legal (IML) do Piauí — Foto: Andrê Nascimento/G1

Viatura do Instituto Médico Legal (IML) do Piauí — Foto: Andrê Nascimento/G1

Lia Vanessa Araújo Chaves, 37 anos, foi achada morta nessa quarta-feira (25) dentro de sua residência, na cidade de São Miguel do Tapuio, cidade que fica a 170 km de Teresina. A mulher foi encontrada com uma tira de pano dentro da boca. O marido, Antônio Fagner de Aguiar, fugiu e é o principal suspeito, segundo a Polícia Militar de Campo Maior.

De acordo com o comandante do Batalhão da PM de Campo Maior, major Etevaldo Alves, o corpo da mulher foi achado sem sinais de violência e apenas com o tecido na boca. O crime aconteceu na Zona Rural da cidade, na localidade Lago dos Campelos. A informação é do portal G1.

“A perícia esteve no local e indicou morte por asfixia, provocada por esse tecido. O marido fugiu, não foi localizado, e deixou tudo para trás. Não levou moto, nem celular e nem documentos. É o suspeito desse crime”, contou.

Segundo o militar, não há relatos de violências anteriores por parte de Antônio contra a mulher. Contudo, ele responde a dois processos criminais: por furto e homicídio.

“Estamos tentando ao máximo prender ele ainda dentro do período do flagrante. Como ele fugiu sem levar nada, acreditamos que vamos conseguir encontrá-lo logo”, disse o comandante.

O major contou ao portal que o casal tem três filhos, de 3, 8 e 13 anos, mas eles não estavam em casa no momento e não presenciaram o crime.