Após denúncias, PM encerra festa ilegal com mais de mil pessoas em Manaus

Caso aconteceu em um sítio na madrugada deste domingo (14). Aglomeração está vetada por decreto governamental durante a pandemia do coronavírus.

Festa ilegal reuniu centenas de pessoas em Manaus (Foto: Divulgação/PM)

Festa ilegal reuniu centenas de pessoas em Manaus (Foto: Divulgação/PM)

Uma festa clandestina com mais de mil pessoas, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas foi interrompida, na madrugada deste domingo (14), pela Polícia Militar após denúncias de violação do decreto governamental que proíbe aglomerações. A festa ilegal aconteceu no Ramal do Brasileirinho. As informações são do portal G1.

Durante a ação da PM, uma arma de fogo foi apreendida e a dona do local foi levada ao 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

De acordo com os policiais militares, a operação foi determinada pelo comandante-geral da PM, Ayrton Norte, após o recebimento de uma denúncia. No sítio, foram abordadas aproximadamente mil pessoas, que passaram por revista pessoal, além de revista veicular.

Ainda segundo a Polícia Militar, “a festa foi interrompida e os organizadores foram conduzidos à delegacia para prestarem depoimentos”.

Um inquérito policial foi instaurado, uma vez que os envolvidos estavam descumprindo decreto governamental. A arma apreendida foi apresentada na delegacia.