Policiais confundem celular com arma e matam homem que tentava tirar aparelho da cintura

Caso ocorreu após vítima discutir com companheira, em Manaus.

Crime ocorreu no bairro Presidente Vargas, em Manaus — Foto: Patrick Marques/G1 AM

Crime ocorreu no bairro Presidente Vargas, em Manaus — Foto: Patrick Marques/G1 AM

Um homem foi morto a tiros por policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), na Travessa B, bairro Presidente Vargas, Zona Sul de Manaus, na noite de sexta-feira (13). Segundo a polícia, a vítima tentou tirar um celular da cintura, policiais pensaram que ele estava armado e dispararam.

Segundo testemunhas do ocorrido, o casal teve uma briga por volta de 19h30. Ele estava na rua e a mulher jogava roupas dele pela janela da casa em que moravam quando policiais militares da 24ª Cicom chegaram ao local.

Segundo o delegado plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Saulo Leotty, os familiares disseram que o homem havia agredido as pessoas que estavam no local.

“A polícia militar foi acionada. Nesse momento, ele fez menção de que estaria armado e foi retirar o que era um celular da cintura e foi alvejado pela Polícia Militar”, disse o delegado.

Após a perícia no corpo, o Departamento de Polícia Técnico-Científica informou que o homem foi atingido por um tiro na perna e outro na costela. Ele não resistiu e morreu no local do crime.

O corpo do homem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). O caso será registrado no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP)