Morre mais uma pessoa internada após consumir cerveja contaminada

Motorista de 49 anos estava internado em Belo Horizonte desde o último 21 de janeiro; os rins do homem pararam de funcionar e ele fazia hemodiálise.

Ronaldo Santos estava internado em BH (Foto: Reprodução / Record TV Minas)
Ronaldo Santos estava internado em BH (Foto: Reprodução / Record TV Minas)

Morreu em Belo Horizonte, na manhã desta segunda-feira (9), o sétimo paciente com suspeita de intoxicação por cervejas da Backer. A informação é do portal R7.

Ronaldo Vitor dos Santos, de 49 anos, estava internado no Hospital Regional do Barreiro, desde o último 21 de janeiro. Cinco dias depois, o motorista entrou em coma, seus rins pararam de funcionar e o homem foi levado para o CTI (Centro de Tratamento Intensivo).

O último levantamento da Ses (Secretaria de Estado de Saúde) apontava que 27 casos eram investigados devido à possível contaminação por dietilenoglicol – anticongelante usado no resfriamento de indústrias que foi encontrado em amostras de cervejas da fabricante mineira Backer. Outras quatro ocorrências já foram confirmadas.

Procurada, a Backer lamentou a morte do paciente e informou que terá condições de dar suporte aos clientes agora que a Justiça reduziu o bloqueio de bens da empresa de R$ 100 milhões para R$ 5 milhões.

© REUTERS/Washington Alves
© REUTERS/Washington Alves