Mulher morre depois de ser pisoteada por uma vaca, em Pirenópolis

Familiares afirmam que animal havia parido há pouco tempo. Polícia Civil acredita que foi um acidente.

Sônia Fátima dos Santos Rezende morre após ser atacada por gado, em Pirenópolis — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Sônia Fátima dos Santos Rezende morre após ser atacada por gado, em Pirenópolis — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Uma merendeira de 55 anos morreu na quinta-feira (6) após ser atacada por gado ao sair para trabalhar, em um povoado de Pirenópolis, a 122 km de Goiânia. O caso é investigado pela Polícia Civil, que considera, inicialmente, como acidente. A informação é do portal G1.

Sônia Fátima dos Santos Rezende mora na zona rural da cidade e, diariamente, pegava uma van para ir trabalhar. “No dia do acidente ela estava atravessando uma área de pasto e foi atacada pelo gado. As pessoas que estavam na van a resgataram ainda com vida e levaram para a casa dela. Porém, pela distância, como o Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] ia demorar, a família a levou de carro até o hospital, mas ela acabou morrendo”, disse o delegado Tibério Martins.

Parentes contaram que ela passou próxima a uma vaca que tinha parido há cerca de um mês e que o ataque pode ter sido com o intuito de proteger o bezerro. “Pelo jeito que falaram, ela não viu a vaca, ela foi atacada por trás”, disse Lourival José de Oliveira, primo da vítima.

A polícia vai ouvir as pessoas que estavam na van e também familiares para tentar entender a dinâmica do caso. “Inicialmente, tratamos como um acidente, pois o gado estava em uma área adequada. Vamos tentar, agora, identificar de quem era o animal”, disse o delegado.