Pedreiro se irrita e mata homem que pisou em cimento fresco

Os dois teriam discutido em frente ao local da obra. O trabalhador teria então ido a um bar, mas a vítima foi atrás – e acabou esfaqueada.

ISTOCK

Um pedreiro foi preso na quarta-feira (8) suspeito de matar um motorista de ônibus porque a vítima pisou em uma escada com cimento fresco, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Ao ser detido, o homem estava com a roupa suja de sangue e com uma faca. As informações são do portal G1.

Segundo a polícia, o pedreiro, que não teve o nome divulgado, estava fazendo uma reforma em um sobrado onde Agnaldo de Assis Fernandes Cardoso, de 49 anos, alugava o segundo andar. O pedreiro, conforme a investigação, tinha pedido para que o motorista de ônibus não pisasse na escada e, mesmo assim, ele passou pelo local.

Os dois teriam começado a brigar ainda na entrada da casa, mas depois se afastaram. O pedreiro foi para um bar quase em frente ao imóvel. Momentos depois, o motorista de ônibus também foi para o mesmo bar e, ao se encontrarem, voltaram a discutir.

“Lá houve o esfaqueamento. Nesse momento em que ele estava aguardando socorro, fomos informados desse crime e, de pronto, começamos a patrulhar a região e conseguimos abordar o autor ainda no bairro com a arma do crime e com vestígios de sangue em suas vestimentas”, disse Janderson Lago, capitão da Polícia Militar.

O suspeito foi levado para a delegacia e deve responder por homicídio. O corpo de Agnaldo de Assis foi levado para Rubiataba, onde será enterrado.

Motorista de ônibus Agnaldo de Assis Fernandes Cardoso foi morto em Anápolis — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Motorista de ônibus Agnaldo de Assis Fernandes Cardoso foi morto em Anápolis — Foto: Reprodução/TV Anhanguera