Terreno cede, derruba muro e danifica imóveis em Minas Gerais

Terreno estava em obras para a construção de um prédio. Morador diz que paredes começaram a estalar de madrugada, o que deixou todos em alerta. Não há vítimas.

Moradores tiveram que sair de alguns imóveis danificados (Foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)

Moradores tiveram que sair de alguns imóveis danificados (Foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)

Um terreno cedeu no início da manhã desta quinta-feira, destruindo um muro e danificando casas em um quarteirão do Bairro Prado, Região Oeste de Belo Horizonte. O incidente ocorreu na Rua Monte Negro. Segundo a Defesa Civil da capital, que vistoria a área, não há vítimas. As informações são do Jornal Estado de Minas.

O analista de sistemas Daniel Saraiva, de 36 anos, mora com a família em dois imóveis ao lado do terreno que estava em obras. Segundo ele, um prédio era construído na área e as intervenções estavam na fase de fundação. “Já há alguns meses apareceram umas trincas na minha casa, nas casas ao lado. O pessoal da obra veio e falou que era uma consequência normal da obra, mas que quando terminassem, fariam o reparo das trincas”, explicou. Segundo ele, até então a situação era estável.
Quem percebeu o problema foi o cunhado dele, que dormia com a mãe e um irmão nos cômodos dos fundos da residência principal. “Por volta das 3h, meu cunhado e minha sogra estavam dormindo no quarto que desabou. Ele sentiu poeira caindo sobre ele, viu que era da trinca e nos chamou. Estalou durante umas duas ou três horas e desabou às 6h”, contou. Segundo ele, por pouco os dois filhos pequenos não estavam dormindo no cômodo.
Vídeos registrados por vizinhos mostram o momento do desabamento do muro. A residência da família de Daniel aparece do lado esquerdo das imagens.  Pelo menos três cômodos foram destruídos. “Interditaram a casa ao lado e o prédio. O quarto foi todo embora. Tem um corte bem grande, desceu bastante terra. A casa do meio desceu o muro inteiro”, explicou. Segundo ele, representantes da empresa responsável pela obra estiveram no local, mas até por volta das 9h não haviam entrado em contato com ele. “O imóvel foi interditado pela Defesa Civil. Vamos ver o que será feito. Tive notícias que pagariam”, comentou.
Um terreno onde havia uma obra cedeu no início da manhã desta quinta-feira no Bairro Prado, Região Oeste de Belo Horizonte. O muro de um imóvel e parte de outra casa desabaram. Ninguém ficou ferido (Foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press )
Um terreno onde havia uma obra cedeu no início da manhã desta quinta-feira no Bairro Prado, Região Oeste de Belo Horizonte. O muro de um imóvel e parte de outra casa desabaram. Ninguém ficou ferido (Foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press )

De acordo com a Defesa Civil de Belo Horizonte, os moradores ligaram para o 199 por volta das 4h. “Imediatamente uma equipe de deslocou e removeu as pessoas dos imóveis que ladeiam a obra. O muro desabou por volta das 5h55. A ação imediata e preventiva da Defesa Civil resultou em um desastre sem vítimas”, informou o órgão. A Defesa Civil confirmou que já havia vistoriado o local em outubro. Leia, na íntegra, a nota divulgada nesta manhã:

“Os moradores acionaram a Defesa Civil às 4h desta quinta-feira (9). Imediatamente uma equipe de deslocou e removeu as pessoas dos imóveis que ladeiam a obra. O muro desabou por volta das 5h55. A ação imediata e preventiva da Defesa Civil resultou em um desastre sem vítimas.
 
Em 28/10/2019 a Defesa Civil atendeu o chamado do morador do imóvel situado na Rua Rio Negro, 312, que ladeia a obra, com a finalidade de avaliação dos possíveis riscos construtivos.
 
A vistoria da época constatou trincas e fissuras no muro de divisa e no piso do corredor de acesso aos fundos do imóvel. No momento da vistoria, as anomalias visualizadas foram classificadas como de risco baixo. 
 
O morador e o supervisor de obras foram orientados a adotar ações corretivas e a monitorar preventivamente para manter a segurança e estabilidade do local.”
Não existem registros de ocorrências e solicitações de vistorias nos imóveis circunvizinhos a obra.