Papai Noel citado em denúncia nega assédio e diz que tem doença no testículos

Homem registrou boletim de ocorrência por difamação após ser citado em redes sociais por uma mãe que o denunciou por assédio; shopping suspendeu contrato do profissional.

'Papai Noel' envolvido em denúncia em BH nega assédio — Foto: Reprodução/Redes sociais

'Papai Noel' envolvido em denúncia em BH nega assédio — Foto: Reprodução/Redes sociais

Depois de ser denunciado por assédio em um shopping, em Contagem, na Grande BH, o Papai Noel disse ao G1, nesta quinta-feira (12) que tem uma doença nos testículos, o que explicaria o volume visto pela mulher por baixo da sua vestimenta. Ele contou que tem uma doença que aumenta o tamanho dos testículos.

Uma mãe postou nas redes sociais uma foto de sua filha no colo do Papai Noel, afirmando que estranhou a atitude dele com a criança e que ele teria ficado excitado enquanto a menina estava no seu colo. A mulher ainda disse que teria tido que puxar a menina do colo do homem, o que ele nega que tenha ocorrido.

Sabendo do caso, uma outra mulher registrou um boletim de ocorrência dizendo que sua filha também havia sido vítima de assédio do “Papai Noel”. Ela contou que também achou as atitudes do homem muito estranhas no dia anterior e, analisando as fotos, também teve a impressão de que havia “um grande volume do órgão genital”.

“É muito triste para um pai de família passar por uma situação dessa. Foi triste, viu, gente? Mas eu estou aqui de cabeça erguida para apresentar minha defesa diante de autoridades, diante da população de Belo Horizonte”, disse.

Diante da repercussão da denúncia da primeira mãe, o homem também registrou um boletim de ocorrência por difamação. O Papai Noel, de 58 anos, declarou que tem hidrocele testicular, que popularmente é conhecida como “água no saco”. Pela doença, um testículo tem um crescimento anormal e fica maior do que o outro.

No registro, o homem afirma ter laudo médico que comprova a condição. Ao G1, o homem disse que está sendo orientado por advogado e que trabalha com recreação infantil há mais de 30 anos e lamentou a denúncia da mãe nas redes sociais, que chamou de “atitude drástica”.

Ele informou que vai continuar trabalhando em outros projetos porque não tem nada a esconder e tem certeza da sua inocência.

“Um caso igual a esse não pode deixar esse espírito natalino que nós temos, que é uma das coisas que famílias esperam o ano inteiro ser afetada por uma simples postagem, ou melhor, simples, não, uma postagem avassaladora”, afirmou.

O Big Shopping informou que suspendeu o contrato com o Papai Noel, mas não divulgou por qual empresa os serviços eram prestados. Em nota, o Big Shopping também lamentou o ocorrido e confirmou que as comemorações de Natal no estabelecimento seguem normalmente.

VEJA TAMBÉM