Apresentador comenta sobre caso de suicídio em Londrina e pede investigação do MP

Homem cometeu suicídio após vídeo ser exibido em rede nacional de TV.

O jornalista Diogo Hutt, da TV Tarobá - Foto: Reprodução

O jornalista Diogo Hutt, da TV Tarobá - Foto: Reprodução

O jornalista e apresentador Diogo Hutt, da TV Tarobá, comentou durante o programa Primeira Hora, na manhã desta quarta-feira (13), o caso em que um homem se suicidou em Londrina depois de se pendurar em fios da rede elétrica no Centro da cidade.

Diogo chamou de falta de ética e de empatia, a forma como o assunto foi abordado por um canal de TV.

O homem de 38 anos foi destaque em rede nacional durante o programa Primeiro Impacto, apresentado por Marcão do Povo. Na reportagem do SBT, o rapaz era rotulado como “corno elétrico” enquanto era exibido o vídeo em que ele ameaçava suicídio.

No mesmo dia da exibição do vídeo em rede nacional, o homem cometeu suicídio em sua casa na Zona Sul de Londrina.

Em contato com familiares da vítima, a reportagem apurou que um processo contra o SBT e o apresentador Marcão do Povo está sendo estudado.

Segundo a família, o homem sofria de depressão e já havia tentado suicídio outras vezes. Ainda para eles, a reportagem do SBT incentivou que o rapaz cometesse o ato extremo, uma vez que passou a ser motivo de chacota.

ASSISTA AO POSICIONAMENTO DE DIOGO HUTT